Acordo/desacordo: o ‘facto’ e o ‘fato’, e outros casos forçados

Atenção, atenção! O escrevente destas linhas não é contra o acordo e muito menos é pelo desacordo. Mas contra este acordo, isso sim, ele é contra!…
Vejam vocês bem. Os nossos irmãos Brasileiros nunca connosco acordaram nada respeitante à nossa língua comum, que não tivessem logo denunciado, despicientemente, estando-se-nas-tintas-mente para o Português de Portugal, que os grandes dicionaristas brasileiros exprimem, nos dicionários, pela abreviatura “lus.”.

Mas falemos, agora, só do último: Convenção de 43, Acordo de 45. Já lá vão, pois, sessenta e tal anos!… Eles assinaram o Acordo e logo o denunciaram, unilateralmene, deixando que o Português-brasileiro levantasse voo e evoluísse, ortograficamente sozinho, livremente desligado do Português de Portugal!…
Agora, com a subserviência dos “supervisores” portugueses, que não se sabe bem quem são…, querem impor-nos a sua grafia, a sua ortografia, que chega ao desplante de afectar, necessariamente, a nossa própria prosódia.

Vejam. Se facto, de facto, ceptro, excepto, amnistia, etc., etc., etc., se vai ter de escrever sem a consoante a que chamam muda, mas em grande parte dos casos, como estes, por cá não o é, isso quer dizer que o acordo implica a alteração da prosódia, como aconteceu com sequestro depois da abolição do trema Quem é que ainda diz sequestro pronunciando o ‘u’ que, por força do acordo de 45, deixou de ter trema?…. Mas estes são apenas uma insignificância de exemplos entre os muitos absurdos do acordo.

E, já agora, olhemos para o Francês e para o Castelhano, línguas faladas e escritas por milhões de falantes ex-colonizados que mantêm, em todos os países – colónias tornadas independentes – a mesma terminologia, a mesma ortografia, as mesmas normas gramaticais, supervisionadas pelas academias das antigas metrópoles: Academia Francesa, Real Academia Espanhola.

Na lógica absurda deste acordo, se calhar teríamos de “acordar acordos”, aqui no país falante europeu, entre os diversos dialectos, do Minho ao Algarve, a começar (porque não?) pelo Mirandês. E o Galego?…
Só mais uma breve observação, a propósito ou a despropósito. Os Iluminados que superintendem o Acordo, do lado de cá, são os mesmos que superintenderam o Dicionário da Academia das Ciências, não são? Então, só teremos a lamentar a absurdidade de um e do outro. Não deixem de ver as vicissitudes que um utente desse Dicionário encontrou em simples e triviais consultas. (Vide Tento na Língua!…, rubricas 84, 116, 133, 149, 150, 207, 223, 311)

Dão-me licença que sugira aqui uma coisa que muitos acharão maluca? E se deixássemos o Brasileiro, língua derivada do Latim mediante o Português, seguir, livremente, o seu caminho, com aquela pujança, cantante, aberta e livre? Olhem que eu acho que essa beleza linguística terá sido herdada dos primeiros colonos portugueses – século XVI e XVII –, com uma bela camada, posterior, do Italiano. O que daria eu para ouvir, p. ex., o Sermão de Santo António aos Peixes directamente da boca do Padre António Vieira!… Não seria melhor do que termos de aceitar uma ortografia que não nos calha?… De resto, as diferenças não se dão apenas na ortografia. Leiam um livro escrito em Brasileiro, ouçam atentamente um brasileiro a falar: não se trata só de verificar a ortografia diferente. E a sintaxe? E mesmo a morfologia? Por exemplo, a conjugação pronominal: pronome antes do verbo e nunca no meio do verbo (o que eu chamo sanduíche verbal: fá-lo-íamos?) E o próprio vocabulário? (Estou a ler O Português que nos pariu, Ângela Dutra de Menezes, Civilização Editora)

Advertisements

Uma resposta

  1. Acordo ortográfico com o Mirandês, que nem sequer é um dialecto da família galaico-portuguesa? Quanto muito o mirandês poderia fazer um acordo ortográfico com o leonês e o asturiano, que lhe são próximos já pertencerem todos eles aos dialectos asturiano-leoneses.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: