Acordo: “Não queremos pura e simplesmente”

Entre as aspas do título cita-se o título da crónica de Vasco Graça Moura no DN de 1de Outubro, p.10, de que, com a devida vénia, se transcreve:

“Num texto que publicou no blogue oficial da petição (http://emdefesadalinguaportuguesa.blogspot.com), Maria Alzira Seixo dá conta do modo como aquela audição decorreu [Audição, em 25/Set/08, dos responsáveis pela petição, na Comissão de Ética, Sociedade e Cultura da Assembleia da República].”

Vou ler e gostaria que os deparantes de acaso ou adrede visitantes fossem lá também ler, e,  também, que lessem a crónica referida, da qual se transcreve só mais um período:

“É de esperar que as assinaturas [da petição, claro: ] continuem a acumular-se e parece evidente que o processo não pode parar até se chegar a um resultado satisfatório.”

Continuem, pois, a assinar:
http://www.ipetitions.com/petition/manifestolinguaportuguesa

Anúncios

Uma resposta

  1. Tomei a liberdade de lhe enviar um convite electrónico para participar no “Desacordo Ortográfico” – local de encontro dos anti-A.O.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: