Vão haver novas normas”?!

Antes de mais, quero relembrar que o facto de ter o DN, com alguma frequência, como fonte das minhas críticas rubricas, isso quer apenas dizer que esse diário continua a ser o objecto da minha primeira leitura diária. E quero dizer, ainda, que considero os seus jornalistas, na generalidade, a começar pelo  director,  grandes e bons plumitivos, falantes/escreventes de bom domínio da língua que nos serve de veículo comunicacional, independentemente das minhas discordâncias, em várias ‘direcções’ da linha editorial, o que, para mim, é evidente logo à primeira vista (passe o pleonasmo). E, a propósito, tenho de dizer aqui que, há poucos dias ainda, vi/ouvi na pantalha (creio que da SIC) um economista, parece que professor universitário de bom gabarito, dizer “vão haver” (não me lembro já que coisas, mas era plural…).

O presente reparo tem a ver com uma incorrecção morfossintáctica (mais morfo… que sintáctica) verificada na página 13 da edição de 3.10.2008.  E o pior é que ela consta de um subtítulo realçado: “Para combater a poluição microbiológica vão haver novas normas”.  Permito-me chamar a atenção para as rubricas 6, 7, 8, 132 e 416 (esta a publicar brevemente no volume 4) do Tento na Língua! (Plátano Editora).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s