Sinais diacríticos e pontuação

A propósito, talvez conviesse lembrar… De dicionários e enciclopédias, tirámos o registo de conceitos.

Diacrítico, adj. (gr. diakritikos). Gram.  Designativo de sinais gráficos destinados a distinguir a modulação das vogais: a vírgula, o acento agudo, o ponto, etc., são sinais diacríticos. || Med. Diz-se dos sinais com que uma doença se distingue de outra.

“Os sinais diacríticos não representam sons, mas auxiliam a representação dos fonemas vocabulares. Uns são notações ortográficas ou léxicas: acento agudo, acento grave, cedilha, etc. […]. Outros são sinais gráficos ou notações que têm por fim discriminar os diversos elementos sintácticos da frase, com vista à clareza, às pausas e modulações próprias na leitura e denominam-se sinais de pontuação: ponto final (.), vírgula (,), ponto e vírgula(,), dois pontos (:), ponto de interrogação (?), ponto de admiração ou de exclamação (!) e reticências (…). São também de uso frequente os sinais gráficos: aspas (“), traço de união ou hífen (-), travessão ( – ), asterisco ( *), parêntese ( () ), parágrafo (§) e chaves ( { }).

“Nos manuscritos romanos não se usava pontuação (P.), que apareceu só com as escritas cursivas. Segundo S.to Isidoro, o ponto ao cimo da regra indicava pausa final; ao meio, pausa média; e ao fundo, pausa breve. Com a divulgação das escritas minúsculas, tornou-se difícil distinguir a posição do ponto, preferindo-se combinações deste com a vírgula. Para facilitar a leitura e evitar equívocos, Alcuíno aconselhou o uso de sinais de P. nos manuscritos carolinos. Não havia, porém, sistema fixo e o número e uso de sinais de P. variou com o tempo e lugares, sendo, muitas vezes, arbitários. A finalidade da P. nos textos antigos e medievais era realçar os elementos rítmicos da frase, enquanto nos tempos modernos se prefere distinguir os elementos lógicos e gramaticais, além de marcar as pausas a fazer na leitura e recitação e as inflexões e modulações da voz que tornem mais expressivos os pensamentos, sentimentos e figuras contidos no texto. Estão em uso os seguintes sinais: […]”
([Prof. Doutor] A[velino]. de Jesus da Costa, in Encicl. Verbo Luso-Brasileira da Cultura, Edição  Século XXI)

“A teoria da pontuação é vária, e no seu uso não há uniformidade entre os nossos escritores. Uns têm pontuação mais forte e abundante, outros mais frouxa e apoucada” (Carlos Pereira, in Gramática Expositiva, Curso Superior, p. 333, cit. In G.E.P. e B.)  “A pontuação, desordenada durante os primeiros tempos da tipografia, foi quase regularizada por Aldo Manúcio, ao findar do séc. XV. ”
(Gr.  Enc. Port. e Bras.)

3 Respostas

  1. Adorei

  2. Muito elucidativo, aproveito para perguntar: qual o nome que se dá ao travessão (_) que aparece em inúmeros endereços eletrônicos, uma vez que o travessão ( – ) é usado um pouco acima. Ficaria muito agradecido se me responderem.
    Um fraternal abraço!

  3. Os sinais diacriticos são acessório de escrita que indica a pronucia das palavras. O til(~); apostrofo(‘); acedilha, e hifen(-).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: