Partícula apassivante: o erro que já chegou a Fátima

DN de 13 de Maio. Primeira página, na fotografia de peregrinos penitentes, título da chamada para a pági. 4 :

“Em Fátima paga-se promessas por emprego”. (Negrito nosso)

Vejam bem, a frase jornalística reflecte duas coisas más: 1) o mau uso gramatical (ignorância ou distracção?); 2) o estado calamitoso em que o País se encontra.

Em conformidade com todas as gramáticas normativas que conheço, a forma correcta deve ser:

Em Fátima pagam-se promessas por emprego.

Sintaxe: sujeito – ‘promessas’; predicado – ‘pagam-se (= são pagas)

Remetem-se (e não “remete-se”!) os deparantes de acaso ou adrede visitantes para várias rubricas  de Tento na Língua!… recorrentes sobre o erro, em especial as rubricas 21 e 22 (Tento na Língua!… – 1).

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: