natal ainda / 2009

natal ainda / 2009
(de deuses-meninos)

Tudo no ar frio
está cheio de sons de natal
canções da fantasia mágica
lendas mitos fantasmas
que o homem inventou
para se consolar
canções de embalar
o menino que ele ainda sonha
poder um dia ter sido.

Por exemplo aquela de Brams
que todos os homens-meninos
que todas as mulheres-meninas
têm saudades de a não ter ouvido
na barriga de sua mãe
no seu berço de criança.

Tudo no chão gelado
são caramelos de poças
da nossa infância perdida
que, ai!, agora nos davam ganas
de chapinhar e partir a vidraça
deitada por cima da água fria e suja
trrá, trrá, trrá !

Outra poça outro caramelo: trrá, trrá, trrá!

Ei, aí todos vocês, mataram todas as saudades?
estão agora todos satisfeitos?

Tudo no ar frio
e no chão gelado
está cheio só de saudade
o som e a cor do impossível.

Se não fosse o Natal do Menino-Jesus
seria o Natal dos sucessivos meninos-mitos
todos derivados do solstício do Sol
do Sol Divino.

Se não fosse o Natal do Menino-Jesus
inventado não há dois mil anos
mas p’raí há mil e seiscentos anos (!) *
seria ainda hoje o Natal do Menino-Mitra
ou então o Natale Solis invicti
dos Romanos.

E antes e antes todos os natais
de todos os meninos
todos divinos
e solsticiais.

__________
* “Natal 1. Festa do Nascimento de Jesus Cristo. Fixada c. séc. IV, em 25 de Dezembro” (Enciclopédia Diário de Notícias, Círculo de Leitores)

Pombal, Natal /2009
António Marques

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: