Parónimos ou quase: irradiar / erradicar

“Comité Olímpico Português pondera erradicação de Carolina Borges” (in JN, 09.08.2012: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=2712358)

Sem me querer meter na discussão sobre o que pretende o Comité Olímpico Português, no sentido de penalizar a atleta Carolina, quero apenas pegar no uso – que me parece incorrecto – da palavra ‘erradicar/erradicação’.

É claro que, nos dois verbos do título, além da diferença etimológica, há também uma diferença semântica.

Irradiar – Trata-se do verbo  radiar, que deriva do latino radiare (com o radical de radiu- = raio). O prefixo ‘in’ (com o ‘n’ assimilado pelo ‘r’ inicial da primitiva) reforça o sentido de movimento: afastar de si (de um centro ou de uma coisa ou de uma ideia), espalhar, difundir, mandar para fora, tendo em vista o âmbito radial do centro de qualquer superfície. Há aqui um certo sentido horizontal, em relação a uma coisa que se espalha a partir de um centro.

Erradicar – trata-se do verbo radicar que deriva do latino radicare (com o radical de radice– = raiz), com o prefixo ‘e’ que significa ‘para fora’: puxar para fora pela raiz, arrancar qualquer coisa pela raiz. Há um certo sentido vertical, de baixo para cima.

Ter em conta, nos dois exemplos, o sentido próprio e o sentido figurado.
É claro que os senhores do Comité terão querido dizer irradiar

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: